Qual é a da Soninha Francine?



     O que levou uma repórter a entrar para a política e que rumos esta ‘carreira’ está seguindo? No ImprenÇa uma breve análise da vida pública de Soninha Francine.
     Você certamente se lembrará que a Soninha Francine entrou para o cenário nacional depois de uma declaração sobre maconha:
demissão
     Este é o tipo de declaração que mostra a inteligência de um ser humano. Empregada que estava em uma emissora estatal paulista {{e, portanto, brasileira}} estava mais do que claro que seu patrão deveria demití-la. Ou seja, não estou chamando a @SoninhaFrancine de burra, mas acusando-a de premeditar um destaque em âmbito nacional {{digno de uma BBB}}.
       Ela dirá que já trabalhava na MTV e que ganhou projeção muito antes da tal demissão e eu peço que o caríssimo leitor se lembre do programa que ela fazia na MTV e na Cultura {{google não vale, portanto comentários do tipo ‘eu sabia’ serão ignorados}}.
      Ela mesma não colocou objeções à sua demissão e na própria reportagem diz que:
é coerente com esse sistema hipócrita [a proibição da droga] que faz mal à sociedade
       Preste atenção à frase dela. Será importante ao final deste post.
     Em 2004, filiada ao PT, se elege vereadora com cerca de 51 mil votos {{arredondados para cima, foram 50989 votos - não acredite em mim}}. Em 2006 ela tentou a candidatura para deputada federal e perdeu. Em 2008, bem está no blog dela {{ela mudou o layout depois do post A Inacreditável Soninha Francine}}:
Em 2008, disputou a prefeitura pelo PPS. Obteve pouco menos de 297 mil votos e foi a quinta candidata mais votada.
{{não acredite em mim}}
     Só para que saibam os senhores e as senhoras a votação esperada para Tiririca {{cuja candidatura eu apóio}} é de cerca de 700 mil votos. Mas, né?! Vamos em frente, que isso é crítica de Veja {{Eca!}}.
     No novo blog {{aliás, Soninha, um registro custa 30 reais por ano! E você já tem o outro, é só pedir para alguém trocar o DNS né?!}} tem um registro dos projetos aprovados e apresentados por ela. Eu, sinceramente, não tive paciência de olhar mais que o título deles, e pude ver que alguns, de fato, tem lá sua importância. Outros são dignos do politicamente correto mais pentelho possível está lá no blog que já indiquei o link.
    A questão que me deixou mais intrigado {{e que, de fato, levou-me a escrever este post}} é como uma pessoa que saiu do PT pode chegar tão próxima a José Serra {{o trocadilho e a mal(U)dade é por sua conta}}, que faz tantas críticas ao mesmo PT {{e vice-versa}}.
     Como eu sou um cara chato {{e a Soninha é desleixada ciberneticamente falando}} achei novamente o blog que ela quase tirou do ar cujo endereço antigo era o soninha.com.br. Ele ainda guarda {{propositalmente ?!}} algumas páginas. Uma delas traz uma declaração que me lembrou a frase da hipocrisia lá de cima:
pps1
pps2


{{não acredite em mim – corra antes que ela tire essa também…}}
    É bem verdade que o texto não é assinado por ela. Mas é também verdade que ele foi publicado no site da moça, e, convenhamos, difícil achar que ela não sabia o conteúdo da matéria, né?! Mas calma, guarda a frase na cabeça {{“mundo hipócrita”}}.
    Em algum lugar {{não acredite em mim}} ela cita as razões que a levaram mudar de partido, para que possamos compreender aquela perguntinha que fiz há pouco {{‘como alguém começa no PT e termina no Serra’? De novo, a mal(U)dade é por sua conta}} vamos dar uma lidinha {{rápida, que o tempo urge}}:
Eu vejo que, muitas vezes, num partido é isso que esperam de você: que você deixe uma parte de suas convicções na chapelaria, na entrada e ai, em nome de um projeto maior para daqui a dois anos, você vota contra uma proposta que, em princípio, você seria favorável, sabe?
    Em nome de sua ‘liberdade’ ela saiu do PT para o PPS. Seria até justo, não fosse uma mentira deslavada. Calma, não estou dizendo que a moça mentiu {{ia comentar algo mas prefiro me ausentar desta}} estou dizendo que mentiram à moça {{eu sou bonzinho, diz aí?!}}. Por quê? Simples, meu polvinho, se ela votar contra um projeto do PPS muito provavelmente será repreendida {{ou excluída}}. Ah, mas e se o PPS não fizer isso? Então ele é inútil como partido político. Ora, comadre, para que serve um partido, senão para unir pessoas em torno de uma ideologia comum {{o que significa votar com o partido no congresso}}?
     Agora o momento que todos nós esperávamos. Esqueça tudo que disse no último parágrafo e considere que a Soninha é livre para votar como ela bem quiser, exatamente como ela disse no link que mostrei ali em cima. Considerou? Então chupa essa cana:
serra_drogas
“é coerente com esse sistema hipócrita [a proibição da droga] que faz mal à sociedade”
Soninha Francine
pps3
       Não sei se deixei claro, então vou explicar melhor, para que não haja dúvidas, ok?! Ou a Soninha é hipócrita porque apóia o Serra {{que não apóia a descriminalização das drogas}} ou a Soninha é hipócrita em sua justificativa pela saída do PT. Ou ambos.
        Mas como isso ainda diz pouco {{há muita hipocrisia nas sertanias}} vamos discutir um outro lado da moeda, a tal, competência:
indiano1

  Só para constar, a contratação ocorreu em agosto, ok? Pois em setembro temos a seguinte manchete:
indiano2


     É competência para mais de metro, não é?! Mas vamos um pouquinho mais além, para que não me acusem de leviandade separei algumas declarações {{excluí aquela do metrô, porque seria hours concours, sabe deus como se escreve isso, @BruxaOD, perdão}}:

{{não acredite em mim}}- Aqui ela volta a ser hipócrita

{{não acredite em mim}} - Aqui ela faz o Estadão perder toda a credibilidade

Aqui ela 'esqueceu' das aulas de história do colégio {{São Paulo já era rico antes do PSDB, né Soninha?}}




Links do Ocioso...

15 comentários

  1. Daniel Bmf says:

    Pior que ela vai ganhando espaço na direita... A tal direita que "quer se renovar"... depois vão ficar chorando e pedindo, literalmente implorando, que o PT saia do poder... rs

  2. A Soninha está sendo gestada para que os filhos da direita, baladeiros e patricinhas, tenham alguém "descolado" pra votar, afinal, é meio nojento (na opinião de baladeiros e patricinhas) votar naqueles velhotes babões que são amigos do papai...

  3. a Soninha é extremamente fraca, sob diversos aspectos.
    Até escrevi um pequeno post em meu blog sobre o discurso conspirativo dela, é latente da parte dela a falta de vontade em fazer política pelos meios cabíveis.

  4. Isso é o que eu considero de uma análise rasa sobre o assunto.

  5. Bruno,

    Aprofunde a discussão então... faz bem para mim e para os demais leitores!!

    Abraços!

  6. zé nada says:

    qual é o lance do metrô, afinal das contas?

  7. Zé,

    descobre aqui ó:

    http://www.imprenca.com/2010/09/inacreditavel-soninha-francine.html

  8. OOlá,
    Raso e fedorento é o papel dela neste e em outros processos de decisão.
    É completamente louca, sem coerência política, manipuladora e aproveitadora.
    Mas, logo logo, essa máscara cai.
    Você já parou para pensar: Todas as pessoas aparentemente esquerdistas, no fundo no fundo, são de direita?
    Belo trabalho.
    Um abração.

  9. Sarah C. says:

    Gente, a esquerda não existe mais, o que existe é gentinha tentando, e muitas vezes conseguindo, tulmutuar o processo. Eles só aparecem nas eleições, vomitam suas demagogias e somem. A grande merda, pra nós, mas grande trunfo pra eles, é que eles conseguem fazer com que os poucos e raros politicos que prestam não sejam ouvidos. Grande exemplo disso é a Heloísa Helena, aqui de ALagoas, fala, bate e reclama, mas no fim não faz nada!

  10. Sarah,

    Discordo de quase tudo que vc falou. Exceto a parte da Heloísa Helena. Mulher sem escrúpulos, essa aí.

  11. Anônimo says:

    A Sarah só teve razão na passagem dela pela bíblia.

  12. Cafezá says:

    Para mim, ela saiu do PT porque não é do tipo que acata a democracia partidária. No PT, as ideias são discutidas para serem aprovadas. Ela é personalista e queria carreira meteórica. Falsa e ambiciosa, foi caindo na direita de bom grado, pois sua imagem interessa ao projeto direitista. Acabou encontrando o que no fundo desejava.

  13. Edson Viana says:

    Todo direito seu a ter essa opinião, mas, pessoalmente, não concordo com o tipo de análise realizada. Acho que seria interessante, já que ela é aberta pra isso, questioná-la sobre os pontos que voce critica e dar-lhe o direito de resposta.
    Do contrário, fico com a impressão de estar assistindo aquela propaganda da folha, porém às avessas, em que diz que é possível diser um monte de mentiras só falando a verdade.
    [ ]'s

  14. Edson,


    O blog é aberto a críticas. Quando critiquei o Danilo Gentili e ele resolveu comentar asneiras, inclusive me xingando, deixei publicado.

    Se ela quiser é só aparecer e será publicado. Eu não posso escrever por ela...

    Abços

  15. pulgapin@ says:

    quero que ela se exploda! Vai sumir depois da eleição pq nem competencia para ser de direita ela é e amigos tucanos ja a consideram "um perigo ambulante"

Novo Comentário:

Quem fala o que quer ouve o que não quer. Se você estivesse certo não comentaria de forma anônima.
Sempre que o autor responder a resposta estará dentro do comentário separada por {{ resposta do autor }}.

O comentário requer registro pelos motivos explicados no Post Esclarecimentos