A justiça está feita. Uma análise do final da novela.



Pronto. Isabella pode descansar em paz. Será?

A frase "A justiça está feita" não é apenas um desabafo de uma mãe que perdeu uma filha. É um desabafo de quem tem certeza de quem são os assassinos.





Capa da Veja à época dos acontecimentos.












 Site da revista Veja hoje.




Eu entendo que, na busca desesperada por uma explicação, a mãe da criança vitimada condene os réus antes de qualquer julgamento legal. A justiça, para ela, é a condenação do casal. Independente de provas ou quaisquer argumentações legais.

Mas não dá para compreender que a mídia faça o mesmo.

Segundo o jornal "Destak" distribuído gratuitamente em São Paulo, mas acessível aqui [versão em PDF 4 mbs], Glória Perez (novelista, vejam só) disse a seguinte frase:


Não farei a pergunta sem sentido "O que é que Glória Perez" estava fazendo no julgamento, porque às vezes o luto não é bem resolvido e a falta de um psicólogo justificam este tipo de situação.

Mas, pergunto:

Você, sendo jurado, ouvindo o público gritando, fogos estourando, inocentaria o casal?

Cada um sabe de sí, mas eu, não faria isso. Não correria o risco de ser linchado publicamente para inocentar alguém que não conheço. 

Quem garante que a minha cara não estivesse na mesma revista Veja, com os dizeres: 

Veja quem inocentou os assassinos.
Não estou dizendo que o casal é inocente. Não acho isso. Mas seria impossível, dado o tipo de cobertura feita pela mídia, para qualquer júri, inocentar o casal.

O que está em jogo é O direito à defesa. E, neste sentido, tanto faz se são culpados ou inocentes. Foram cerceados em seus direitos.


Links do Ocioso...

3 comentários

  1. @harrais says:

    Um amigo levantou uma questão a se considerar ...
    - não é em nome do "direito à defesa" que muitos políticos, empresários e outros nitidamente culpados escapam? -

    e ai #comofaz ?

  2. Parece simples, para mim, é só você noticiar a notícia (sim é pleonasmo, mas usado intencionalmente ele vira figura de linguagem), sem fazer dela uma novela.

    Basta dizer "Casal Nardoni será julgado hoje" ao invés de dizer "Assassinos de Isabella serão condenados hoje".

  3. Esperando que a justiça tenha sido feita, tenho pena daqueles que exercem a sua catarse para se desculpar e se livrar do drama de suas próprias consciencias...sera q essa mesma gente lembraria de soltar rojões se fosse confrontada com uma noticia de que a diminuição da mortalidade infantil na África se acentuou, ou que morrem menos crianças no nordeste a cada ano? ou qq outra coisa q dissesse respeito à crianças desesperadas, desalentadas e anonimas por ai???? eu d-u-v-i-d-o!

    @zecalins1405

Novo Comentário:

Quem fala o que quer ouve o que não quer. Se você estivesse certo não comentaria de forma anônima.
Sempre que o autor responder a resposta estará dentro do comentário separada por {{ resposta do autor }}.

O comentário requer registro pelos motivos explicados no Post Esclarecimentos